Coritiba vence o Santos e foge do rebaixamento

Acabou a angústia do Coritiba. Após sete jogos no Campeonato Brasileiro, o Verdão voltou a vencer. A vítima foi o Santos, que perdeu por 1 a 0, com um gol do atacante Julio César no segundo tempo. O triunfo voltou para o Coxa na hora certa, salvando o time paranaense de entrar na zona de rebaixamento.

A necessidade de uma vitória no Couto Pereira ficou bem claro na proposta de jogo. O Santos queria encaixar um contra-ataque para aumentar o desespero coritibano. O Coritiba partiu para o ataque durante o jogo inteiro, dominando a posse de bola. Com Alex bem marcado, a responsabilidade recaiu sobre Julio César, que não teve dó de chutar: acertou o travessão no primeiro tempo e fez o gol com o pé esquerdo na etapa final.

Com a vitória, o Coxa ganhou um respiro a mais para escapar da turma do rebaixamento. O clube paranaense conta com 34 pontos e aguarda o término da rodada para ver qual a atual distância para o grupo da degola. O Peixe continua entre os dez primeiros, com 36 pontos somados.

O Coritiba volta a campo no sábado, às 18h30m (de Brasília), para encarar o Vitória no Barradão. No mesmo dia, o Santos joga contra a Ponte Preta às 21h.

Coritiba pressiona, e Peixe só sai no contra-ataque

O Coritiba começou com mais poder ofensivo, fazendo valer o domínio no Couto Pereira. Com os apoios dos laterais Diogo e Victor Ferraz, o Verdão tentou explorar a marcação lateral santista. Só que o Peixe se fechou na defesa, só com o atacante Willian José no campo de ataque.

A escalação do Santos contou com três atacantes, só que Everton Costa e Thiago Ribeiro voltavam para ajudar na marcação, principalmente para brecar as laterais. As únicas chances do Peixe aconteceram nos contra-ataques, mas um toque mais refinado atrapalhou a finalização.

No Coxa, o problema foi o último passe. Com Alex bem marcado, Robinho e Geraldo abusaram dos erros de passe e preciosismo nos lances. Quando Julio César ficou cara a cara com o goleiro Aranha, o atacante alviverde mandou uma bomba, que explodiu no travessão.
Julio César marca e acaba com o jejum do Coxa

O segundo tempo começou sem mudanças, na equipe e na proposta de jogo. Só que as jogadas ofensivas do Coxa eram mais agudas, por causa da necessidade da vitória alviverde. Em seis minutos, Geraldo chutou em cima de Aranha, e Alex apelou para uma bicicleta – que foi para fora.

O Verdão era mais expressivo em campo, só que sem aproveitar. Para melhorar a transição do contra-ataque, o técnico Claudinei Oliveira apostou na velocidade de Neílton, tirando Everton Costa.Só que quem aproveitou um contra-golpe foi o Coxa. Robinho desceu em velocidade pela direita e cruzou. Julio César aproveitou para dar um toque de esquerda e abrir o placar, aos 17 minutos.

Mesmo depois do gol, o Coritiba ainda continuou como o dono do jogo. O goleiro Aranha salvou o Santos duas vezes. Primeiro na bomba de Julio César, depois no boa finalização do volante Júnior Urso – que entrou na vaga de Robinho. Sem força para reagir, o Santos não conseguiu empatar e fica mais longe do G-4.